22 de fevereiro de 2011


A noite invadiu a casa...

A luz que me alumia resume-se... á chama de meia dúzia de velas.

Não existe um som neste momento, a não ser o que vem do meu piano.

Estou finalmente só comigo... mas demasiado amargurada, para me quietar e sossegar ...

Queria-me extravasar em palavras, mas as paredes não têm ouvidos,

E eu preciso de respostas também...

Por isso, falar não posso... não sozinha...

Resta-me entregar a minha mente incessante e o meu corpo cansado... ao som do meu piano!

Ele não responde também... mas acompanha-me...

Conhece-me como ninguém....

Quietando-me quando deve, incentivando-me quando preciso, consolando-me quando pode...

Por isso agora a ele me entrego... dançando a minha saudade, expressando a minha mágoa, libertando a minha angústia, expulsando de mim a minha indignação, e velando ...a minha dor.

Ele sabe me conduzir, por mim a fora... e sabe até aonde preciso de ir!

E ele começa:

Lita... Dança...

Aquece-te... sente-te...

Pronta?

Então...começa com garra... vai bem dentro da tua angústia...

Vai...

Dança Lita, dança!

Revolta-te, agora!

Mexe-te!

Solta-te ... Liberta-te!!

Salta Lita... Salta...salta alto...

Salta e deixa-te cair!

Grita se te doí!!!
Mas salta mais alto ainda, e deixa-te cair de novo!

Sente...

Sente nessa vertigem da queda, como estás desprotegida e como doí a queda, mas levanta-te de novo, e recomeça... outra vez, e outra com afinco...

Sente essa dor, e amaldiçoa-a...

Ela não te pode impedir de recomeçar uma e outra vez, não pode!

Recomeça, Lita...

Dança Lita, dança!

Solta agora o teu melhor rodopio, e outro e outro, e outro... e... abre os olhos!

Sente...

Sente...essa tontura... é desprezível!

Vê como te atordoa, e te embriaga, como te baralhou e te fez pareceres tonta!

Ela não pode te desfocar de ti... do teu corpo!

Excomunga-a!

Revolta-te Lita!

Exorciza-te!

Deita cá para fora o mal que te fazem sentir, o bom que se privam a dar-te, e as dores do mundo!!

Vá... Dança Lita, dança...

Expele as dores...

Dança Lita , dança...

Estás cansada, mas estás solta!!

E o que dói bem lá dentro...é assim que o trazemos para fora!!!

Repara...

Quando o som se amaina...

Tu esticas sempre uma mão aberta!!

Como estás tão dorida Lita...

Bem lá dentro, a dor é tão funda que pedes sempre auxilio...

Mas dança Lita, dança a dor...

Não estendas a mão, que ninguém vai agarrá-la...

Talvez... por agora...

Te devas balançar só um pouco.....

Embala-te... aninha-te num compasso bem leve...chiuuuu!!

Respira...

Sente o teu respirar...

Sim, Chora!

Chora... chora muito,chora... mas pára de te afogar no teu sal, deita cá para fora em gestos!

Embala-te, no meu compasso...

Aninha-te, conforta-te...

Ouve as batidas do teu coração que soluça, e fá-lo acompanhar a canção...

Chiuuu...

Não te mexas, mais...

Ficamos só assim os dois...

Embala-te... baixinho...

Vai passar...

12 comentários:

Secreta disse...

Ouve-o! Segue os seus conselhos! Apoia-te na sua força!
Fantastico post.
:)

Secreta disse...

(obrigada pelas palavras, pela força.)
Beijito.

sonho disse...

Lita o importante é seguir em frente...sempre com determinação:)
Beijo d'anjo

REGGINA MOON disse...

Lita,

Um dos textos mais belos que já li...repleto de sentimento, de alma nas palavras, movimento e expressão num monólogo de solidão...Parabéns!!!

Grande beijo e bom Domingo!!!

Reggina Moon

Lita disse...

Secreta,
Obrigado... eu faço por seguir, acredita!
E não agradeças.... é do fundo do meu coração
Um beijo

Sonho,
sempre em frente sem dúvida, obrigado,
Um Beijo

Regina,
muito obrigado, são palavras tão humilde, que fico tão feliz com o teu comentário, Obrigado, mesmo...
Um beijo
Lita

Aline disse...

Bom dia!
Obrigada pela visita em meu pequeno e simples cantinho!
Volte sempre!
Amei sua postagem ,linda, emocionante!
A canção tem esse dom ,de nos fazer refletir e relaxar do sentimento doloroso, da mais profunda dor!
e a dança realmente nos liberta do cárcere da solidão nos fazendo por companhia a canção!

Aline

Secreta disse...

Boa semana :)

Aline disse...

Lita.
Boa NOITE!
a melodia do seu Blog me toca profundamente!
Sem contar que você escreve de forma comovente também!
Bom fim de semana!
Aline
Beijo!

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Fiquei sem fôlego...

Até roubei um pouco
da música do teu piano,
para também dançar com
o meu silêncio,
e com os meus gritos...

Que haja sempre em ti,
sonhos por sonhar.

saudade disse...

Piano, bom conselheiro...
Quando se cai, o mais importante é erger-se de novo e insistir em caminhar, de cabeça erguida, por mais que nos doa a queda...
Beijo...
Saudade

Secreta disse...

Um beijito de bom fim de semana.
:)

A Palavra Mágica disse...

Lita,

Passo para te deixar um beijo!

Alcides