11 de novembro de 2009




Esta inquietude constante, de quem espera , sem saber o que, trás-me apenas certezas...

De como desejo o beijo de alguém, e que os meus lábios a cada textura procuram aquela textura.... daqueles lábios....

De como sinto saudade desse alguém, quando oiço o meu piano e sinto as minhas mãos latejar, e a ponta dos meus dedos se aquecerem, como se torneassem e tacteassem aquele rosto....

De como anseio esse alguém, quando na minha imaginação pantanosamente fértil , em todo lado o encontro e lhe toco, sem nunca ser real...

De como realmente gosto desse alguém, quando uma simples luzinha no nada, me faz recordar o brilho daqueles olhos....
De como.... como me és tanto, e te quero tanto...




4 comentários:

Transcendente disse...

Se o coração pudesse ser domado...

Moonlight disse...

Lita,amiga...

Essa quietude que deixa a gente assim meio distante do dia a dia, do planeta terra!
Eu sinceramente ás vezes gostava de não ter pensamento...
Outras vezes acho que gostaria de ser homem....elas são tão mais praticos de que nós.
Ai amiga....hoje estou naqueles dias de raiva....sabe como é....daqui a nada passa....mas enquanto não passa....
Seu post é lindo,suas palavras sentidas e doridas....mas como dia o Transcendente e muito bem...."Se o coração pudesse ser domado...."

Bjinho amiga,obrigada pela força,sabe sabe sentir que daí alguem tem amizade por nós....sirvasse de meu "colo" tambem.

Um bjinho cheio de estrelinhas em sua filhota e em si um cheio de luar,amiga

Me permita disse...

"Há momentos que sentimos tanto a falta de alguém que tudo o que queremos é tirar essa pessoa de nossos sonhos e abraçá-la".

Já senti isso... Lindo texto! Adorei a tua visita e este teu lindo espaço... Me permita a tua vinda mais vzs! Bjs!

sonho disse...

Sentimos a falta de quem amamos...
Beijo de um anjo