7 de junho de 2009


Todos os dias te digo o quanto te amo, me respondes da mesma forma e somos tão felizes assim.
Gosto tanto de te ver dormir, de passar a minha mão nos teus fiozinhos de ouro, de te ouvir suspirar, como que em sinal que o dia foi em cheio e agora dormes serena e estás feliz.
Mas agora que dormes o meu sorriso adormece contigo, fechei o livro da história que te li para dormires, e fico a pensar como continuas a ver a nossa vida como um conto de fadas também, porque para ti a minha expressão é de um sorriso constante, arranjo-te as maiores desculpas e explicações, tento manter sempre a minha calma inesgotável, e preencho os nossos dias com mil e uma actividades diferentes,os nossos dias não têm um segundo de sossego, são extenuantes, e eu própria fico exausta, mas sinto-me tão babada e tão feliz, com cada um dos teus sorrisos.
Tudo gira e de tudo faço, para que seja perfeito para ti, e nunca notes aquilo que me dói a mim.
Mas como te vou explicar o que se passa quando dormes????
Como te vou dizer que os carinhos que tu tens, e que me dás, são tão únicos e inexplicáveis, que ninguém percebe porque somos tão melosas, mas é porque nos completamos e nos amamos tanto, não é??
Mas como te explico que a mamã tem tantas saudades de se sentir completa de outra forma?
Que o teu amor e os teus carinhos são a fonte do meu viver, mas que tal como o colo que te dou, também a mamã,precisa de um colo.
Como te explico que podes confiar em mim, que sou forte e segura, mas que por dentro há uma menina frágil como tu???
Como te digo que precisamos de mudar o nosso rumo, de nos libertarmos, porque á coisas que não sabes, não notas e não vês, mas não estão certas, não devem ser assim, não me fazem bem a mim e não chegam para ti!
Como te explico que enquanto dormes eu fico vagueando numa casa vazia, que posso, escrever, ler, ouvir uma música relaxante, beber um vinho maravilhoso, mas que só peço aos céus, para dormir, e que o sono não chega porque á tempo demais, que o teu amor me é tudo, mas que um dia vais ser mulher e também te vais quer sentir completa, vais querer partilhar o teu serão, o teu vinho e a tua música, com quem tiver um ouvido adulto para ti, ter uma conversa inteligente, um colo forte e um toque de amor.
Como e por quanto tempo consigo disfarçar a ti e ao mundo, que só nos temos uma á outra, e que me és tudo, mas que as paredes estão a estreitar, e precisamos fugir?
Como te explico?
Como te posso continuar a fazer feliz, mas sem ter que continuar a pintar e fantasiar uma mentira que instalei nos nossos dias, e da qual não nos consigo libertar?
Como nos vou trazer á realidade, mas sem que sintas, sem que notes, sem que deixes de acreditar, em contos de fadas, príncipes e cisnes, e principalmente em mim?

7 comentários:

Transcendente disse...

Fiquei um pouco sem palavras ao ler este desabafo...
Por um lado a mãe, presente, amiga, feliz, sempre pronta a alegrar a filha, com todas as suas forças...
Por outro a mulher, com todas as suas fragilidades...

Moonlight disse...

Minha querida Lita,
...tu tambem não deves deixar de acreditar nunca,que realmente existem fadas e principes...ou então os nossos sonhos vão po agua abaixo...e sonhar que um dia acordamos e iremos descobrir que é mesmo verdade as histórias encantadas existem...nem que seja por um breve momento...
Força amiga!Sinto o que sentes!

Um bjinho cheio de luar

Palavras Soltas disse...

Lindo adorei
quem me dera ter tido aquela
mae que descreves no teu texto..
mas em compensação deu algo mto mais valioso que se um dia ela parte morre uma parte de mim...

beijinho grande

A Palavra Mágica disse...

Lita,

Há um tempo para chorar e um tempo para sorrir.

Haverá um tempo para amares e seres amada, mais uma vez.

Mais de uma vez.

Eternamente.

ACREDITE!

Um beijo!
Alcides

LIFE IS BEAUTIFUL disse...

A Vida tudo cura. Temos de a saber deixar fluir.

Sintamos a vida como uma brisa do mar que nos refresca a alma.

Um beijo da Vida.

.: Pink! :. disse...

Estou sem palavras... O texto cheio de sentimento, cheio de amor, cheio de sonhos, cheio de fragilidades...

Como se é dificil ser mãe, mulher, inventar um mundo cor-de-rosa, quando se o vê cinzento!

Admiro-te por isso, e muito!

BeijOkas

Lita disse...

Transcendente
Mulher... quando mãe é mesmo assim, é tudo, com tudo o que tem ou que lhe falta, torcendo sempre para fazer o seu melhor.
Eu sou assim, eu tento tudo, mas por dentro tambem sou a filha pequenina...

Moonlight
Minha querida amiga,
Eu acredito e tento construir castelos e matar dragões, todos os dias, vergo, mas não parto e lembro-me muito de ti ...

Palavras soltas
Obrigado minha querida fiquei muito tocada com as tuas palavras...
Muito obrigado

Alcides
Eu acredito!
Obrigado pelo carinho e incentivo!

Life is Beautiful
O mar refresca e cura, acredita!
Obrigado pela brisa que me trouxeste.

Pink
Fico muito lisonjeada, mas sabes? Ás vezes sinto-me uma actriz do palco da vida, onde não há ensaios nem guião, apenas sigo pela minha filha o meu coração.

E agora a todos,de coração, obrigado por me apoiarem neste meu desabafo

Um beijo
Lita