29 de junho de 2009


Não, não tenho todas as respostas.


Mas não, não me importo com o certo ou o errado!


Estou apanhando os pedaços de mim que encontro espalhados,


E tentando voltar a colocá-los, até ao ponto em que me sinta completa!


Cada noite de solidão, é uma noite a mais nas páginas que quero escrever,


E cada dia que passa sem sentido,é menos um dia que poderei ter em conta no meu balanço final.


Posso não saber para onde vou,


Nem ter nocção dos tormentos da estrada


Mas por mais atribulada,


Sei quem sou,


E de mim, já eu sei estar acompanhada.


2 comentários:

Transcendente disse...

Venha a vida, encara-a de frente ;)

Secreta disse...

E assim , o sentimento de solidão , n tem lugar na tua vida.
Beijito.