3 de outubro de 2008

Grito mudo...



Pergunto-me como é possível.
A cada instante , a cada milésimo de segundo, o meu eu, é confrontado com perguntas,
com lutas interiores sem resposta á vista, e com uma mágoa cá dentro que não consigo definir, e se há dias em que não consigo saber lidar e ultrapassar é hoje!!
Não entendo, não aceito, não me conformo, mas tambem não tenho um fim á vista para nada.
Será que sou assim tão má pessoa e não dou por isso? Isso então seria mau demais!!
Não vejo sinceridade e amor em ninguem!!!
Cada acção,gesto ou palavra, que têm dirigido a mim não é espontanêo, não é honesto, é meticulosamente premeditado com uma segunda intenção.
Se me dou com um sorriso, é porque o sinto, se digo que gosto, é porque gosto, se me recuso a algo é porque não está em mim e não sou cínica, se magoei não foi intencional, porque não convivo com o sentimento de culpa logo, não o faria de forma intencional.
Bolas, apetece-me gritar!!!!!!!!!!!!!!!!
Será que não há sinceridade em ninguem??
Porquê, porquê, porquê, porquê, a mentira,o disfarce,o cínismo, a falsidade, querem o quê de mim? Queres o quê de mim?
Dará prazer magoar alguem que pura e simplesmente quer ser livre e feliz!

1 comentários:

Mél disse...

Como te compreendo, penso o mesmo e faço essas perguntas c mta frequência. O que se passa c as pessoas de hj em dia, k sociendade é esta em k vivemos? Esta falta de valores que existem hj... perdeu-se td c o tempo, c o evoluir (ou degredo) da sociedade... N falando só no geral, mas tmb no particular... as pessoas k nos são keridas acabam por se mostrar algo k n keriamos k fossem. A vontade de gritar é mta, a vontade de mudar as coisas é ainda maior, mas deparamo-nos c o sentimento de impotência. Nada podemos fzr, além de gritar um grito mudo.