20 de agosto de 2008

Anseio por viver



Na mente pernoita o tudo...
Nas mãos escorre o nada...
Ter tudo cheio de nada, ter a vida preenchida de tudo o que não faz falta, e ansear nada mais nada menos, do que um simples...alguma coisa, que faça sentido.
Lutar contra a razão é, como remar contra a maré, será que é humanamente impossível?
Queria o aconchego de sentir, uma presença, A presença, a tua presença...
Queria saber ouvir, e saber transmitir na lingua que falas.
Queria ser preenchida pelo teu ser, não pelo teu corpo, mas pelo teu amor.
Queria ser mais eu, sempre e orgulhosamente eu, aquele Eu... amado, desejado , mas firme e convicta.
Não a fraude estagnada que me transformei , só para que te possa ...acompanhar.
Queria sair do silêncio, abrir o coração que teimo em contrariar, e ser livre.
Queria parar o tempo e por momentos..
Na mente não pernoitar nada..
E nas mãos escorrer vida, a vida que busco por alcançar...

1 comentários:

One disse...

Ainda vais a tempo de tudo mudar, de um rumo a vida dar e uma nova definição a palavra "viver"....uma definição como a muito não vives! Tem força, alias encontra a força que tens em ti...beijinho